Publicidade

Tom Sizemore, de "O Resgate do Soldado Ryan", morre aos 61 anos

Diogo Fernandes, 4 de março de 2023 10:43

Tom Sizemore faleceu após ter sido retirado do suporte de vida, confirmou o seu agente Charles Lago. O ator de 61 anos sofreu um aneurisma cerebral no dia 18 de fevereiro de 2023.

“Com grande tristeza e pesar, tenho que anunciar que o ator Thomas Edward Sizemore (Tom Sizemore) de 61 anos faleceu pacificamente enquanto dormia hoje no Hospital St. Joseph's Burbank” disse Lago em comunicado. “O seu irmão Paul e os seus filhos gémeos Jayden e Jagger (17) estavam ao seu lado.”.

Lago tinha já dito a 27 de fevereiro que “os médicos informaram à sua família que não há mais esperança e recomendaram uma decisão de fim de vida.”.

A 18 de fevereiro, Sizemore desmaiou na sua casa em Los Angeles e foi transportado para o hospital por paramédicos. Lá, os médicos determinaram que ele tinha sofrido um aneurisma cerebral como resultado de um acidente vascular cerebral. Sizemore permaneceu em condição crítica desde então e esteve em coma sob cuidados intensivos.

“Estou profundamente triste pela perda do meu irmão mais velho Tom” disse o seu irmão Paul Sizemore em comunicado. “Ele era maior do que a vida. Ele influenciou a minha vida mais do que qualquer pessoa que conheço. Ele era talentoso, amoroso, generoso e podia manter-te entretido infinitamente com o seu humor e capacidade de contar histórias. Estou devastado por ele ter partido e vou sentir a sua falta sempre.”

Nascido em Detroit em 29 de novembro de 1961, Sizemore mudou-se para Nova York para seguir a carreira de ator nos anos 80. Um dos seus primeiros créditos foi em 1989 com uma aparição na nomeação de melhor filme de Oliver Stone, Nascido a 4 de Julho.

Conhecido por interpretar o vilão, tornou-se famoso nos anos 90 com filmes como Harley Davidson and the Marlboro Man, Passenger 57 e True Romance. Ele teve a sua grande oportunidade no filme de guerra de Steven Spielberg de 1998, O Resgate do Soldado Ryan, onde interpretou o Sargento Técnico Mike Horvath. O Resgate do Soldado Ryan foi nomeado para o prémio de melhor filme nos Academy Awards. Juntamente com as suas co-estrelas, entre eles Tom Hanks e Matt Damon, Sizemore recebeu uma nomeação para o Screen Actors Guild pelo desempenho excecional. Ao longo da sua carreira, Sizemore trabalhou com realizadores como Michael Mann, Martin Scorsese, Peter Hyams, Carl Franklin, Oliver Stone, Ridley Scott e Michael Bay.

Sizemore também foi condenado por abuso. Em 2003, foi condenado por violência doméstica contra a sua namorada na época, e em 2017, Sizemore declarou-se sem culpa de duas acusações de violência doméstica após ter sido preso alguns meses antes sob suspeita de agredir a sua companheira.

Em 2005, Sizemore foi condenado a vários meses de prisão após ter sido apanhado a tentar falsificar um teste de urina. Em 2007, foi preso por posse de drogas e, em 2019, foi preso por posse de “várias drogas ilegais”. Sizemore foi público sobre as suas lutas contra o abuso de substâncias.

Em 1998, o ator partilhou que o seu co-estrela em Heat e Witness to the Mob, Robert De Niro, ajudou pessoalmente Sizemore a entrar num programa de reabilitação de drogas. Em 2013, o ator lançou uma autobiografia detalhando a sua carreira e batalha pessoal com a dependência, intitulada de By Some Miracle I Made It Out of There.

Sizemore foi acompanhado nos últimos anos pelos seus dois filhos, Jagger e Jayden. Haverá um serviço de cremação privado para a família de Sizemore, com um evento maior de celebração da vida planeado dentro de algumas semanas.



Escolha uma plataforma de Streaming e encontra as estreias, lançamentos e notícias: