-

No Accident da HBO Max: O Poderoso Drama Judicial que Desmascarou o Nacionalismo Branco em Charlottesville

Diogo Fernandes, 12 de outubro de 2023 09:54
No Accident da HBO Max: O Poderoso Drama Judicial que Desmascarou o Nacionalismo Branco em Charlottesville

O documentário original da HBO Max, No Accident, estreou no último dia 11 de outubro em Portugal.

Realizado pela premiada cineasta Kristi Jacobson, o filme narra as consequências do mortal comício nacionalista branco "Unite the Right" em Charlottesville, Virgínia, em 2017, quando as advogadas Roberta "Robbie" Kaplan e Karen Dunn apresentaram uma ação civil contra 17 líderes e organizações nacionalistas brancos em nome de nove que sofreram lesões físicas e emocionais enquanto protestavam pacificamente contra o comício. A ação alegava que o evento não foi um encontro isolado e espontâneo, mas sim uma conspiração bem planeada e coordenada para incitar violência motivada por racismo e promover uma agenda antissemita e de guerra racial. E o drama no tribunal que se seguiu colocou essas ideias à prova.

Em tempo real e com acesso íntimo aos bastidores dos advogados, a sua equipa dedicada e seis dos demandantes, No Accident aborda os surpreendentes desdobramentos ao longo de três anos deste importante julgamento de direitos civis, no qual os advogados co-autores Kaplan e Dunn, juntamente com os advogados Michael Bloch e Jessica Phillips, enfrentam de frente o líder da extrema-direita e supremacista branco Richard Spencer e o anfitrião extremista de um podcast, Christopher Cantwell, entre outros réus.

Quando Spencer e Cantwell se representam no tribunal e atuam como os seus próprios advogados, os demandantes devem confrontar os seus agressores no banco das testemunhas durante os interrogatórios cruzados. Revelando as comunicações que levaram à morte de Heather Heyer e ao trauma duradouro de muitos que estavam presentes em 12 de agosto de 2017, por meio de testemunhos arrepiantes do julgamento, o filme expõe uma ampla rede de conspiradores e detalha os desafios de responsabilizar esses líderes e organizações pelas suas ações. 

Os participantes em destaque incluem a renomeada advogada Roberta Kaplan (recente caso E. Jean Carroll, igualdade no casamento via U.S. v. Windsor) e a conhecida advogada litigante e ex-advogada associada da Casa Branca Karen Dunn, a especialista em testemunho Deborah Lipstadt, os advogados Michael Bloch e Jessica Phillips, a ex-diretora executiva da Integrity First for America Amy Spitalnick e os demandantes Marissa Blair, April Muñiz, Natalie Romero, Elizabeth Sines, Devin Willis e Seth Wispelwey.